quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

PARA QUE SERVE A UTOPIA?

“A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.” – Fernando Birri (1925-2017) 


O CINEMA DO MUNDO ESTÁ DE LUTO

O CINEMA DO MUNDO ESTÁ DE LUTO por Luiz Carlos Lacerda



"Hoje perdemos o grande cineasta argentino Fernando Birri (1925-2017). 
Autor de importante filmografia, fundador da Escuela de Cine de Cuba ( "La utopia del Ojo y de la Oreja "), junto com Gabriel Garcia Marquez, também fundador da Escuela de Cine de Rosario, um artista libertário . 

Lembrarei de sua figura, sempre de bata branca, pelos jardins da Escuela, cercado pelo amor dos seus alunos. Irreverente, atuava nos filmes dos estudantes, desnudava-se nos banhos de piscina sem censura e sem pecado - como é da natureza dos homens livres.


A última vez que o encontrei foi no Festival de Trieste. Era a vedete das entrevistas coletivas, com sua inteligência, seu esoterismo particular, seu extremo senso de humor e sua defesa intransigente do cinema da América Latina. Contra o dragão da maldade das majors e da colonização cultural.
Ao lado de Glauber fazia uma dupla de combatentes obsessivos e brilhantes.
O último dos moicanos guerreiros.
Morreu em Roma, onde vivia, na véspera da comemoração dos 122 anos da 1a sessão de cinema.

Tristeza não tem fim."

sábado, 23 de dezembro de 2017

BRUCE McCANDLESS, O ASTRONAUTA ANJO


Bruce McCandless, aos 80 anos, deixou a TERRA-NAVE para navegar no espaço sideral como poeira cósmica. Ele foi o primeiro astronauta a flutuar no espaço sem qualquer conexão física com sua nave - 1984.


Quando lhe foi perguntado sobre sua extraordinária experiência: 

"- A visão da Terra. A outra coisa mais extraordinária quando se é astronauta é que você não vê os países, as fronteiras. Vê as pessoas, a nave espacial Terra."

Folheando meu caderno de anotações daquele ano, encontro meu registro sobre esse grande feito.



sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

CHICO MENDES - A DATA DE HOJE, 15 DEZEMBRO


Chico Mendes (1944-1988), um dos mais expressivos líderes do século XX e que se destacou por defender a preservação da floresta amazônica contra os interesses do latifúndio para a criação de gado. E, por causa disso foi assassinado. 

    Chico Mendes e o filho Sandino. Foto: Carlos Ruggi

Esse crime aconteceu 29 anos atrás...15 de dezembro.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

USP: PRAÇA MILTON SANTOS


Caminhando pelo campus-USP encontrei a recém inaugurada (12/12/2017) "Praça Milton Santos". 


Uma inspirada intervenção da artista Regina Silveira: "MUNDO" - as pegadas humanas convergindo e se misturando na pele do planeta Terra.


O PROJETO AMALUCADO DE HERMAN KAHN FAZ 50 ANOS


2017 está indo pro ralo, literalmente. 

A maioria esmagadora dos brasileiros sentirão zero de saudades. 

Mas, não podemos esquecer que faz 50 anos do estapafúrdio "Projeto dos Grandes Lagos Amazônicos", elaborado pelo Instituto Hudson, do futurólogo norte-americano Herman Kahn, figurinha que inspirou o "Doutor Fantástico/Dr. Strangelove"(1964), filme de Stanley Kubrick . 


A idéia era inundar uma imensa área do Baixo Amazonas e transforma-la num gigantesco lago, parte de Manaus e Belém, por exemplo, ficariam debaixo d'água. 

O projeto foi encomendado e defendido pelo economista e diplomata Roberto Campos, o todo-poderoso ideólogo da ditadura, mas não somente ele, houve quem apoiasse em nome do "progresso e do desenvolvimento" do comercio global.



Os ditadores defendiam a palavra de ordem contra "a internacionalização da Amazônia", "integrar para não integrar", mas na verdade, logo no segundo dia pós Golpe 64, eles entregaram de "mãos-beijadas" as jazidas aonde hoje se encontra Carajás para as empresas norte-americanas: U.S. Steel e United States Steel. Anos depois venderam ao governo brasileiro por outros milhões de dólares. Quanto isso, a intervenção atabalhoada na Amazônia causou uma devastadora desordem fundiária, consequências nefastas que até hoje empapa de sangue e injustiças a região amazônica.

CEUVAGEM

"Livre-pensar é só pensar"

www.tudoporamoraocinema.com.br

Minha foto
Nasceu em Manaus-AM. Cursou o Instituto de Artes e Arquitetura-UnB(73). Artes Cênicas - Parque Lage,RJ(77/78). Trabalha há mais de vinte anos em projetos autorais,dirigindo filmes documentários: "TUDO POR AMOR AO CINEMA" (2014),"O Cineasta da Selva"(97),"Via Látex, brasiliensis"(2013), "Encontro dos Sabores-no Rio Negro"(08),"Higienópolis"(06),"Que Viva Glauber!"(91),"Guaraná, Olho de Gente"(82),"A Arvore da Fortuna"(92),"A Agonia do Mogno" (92), "Lina Bo Bardi"(93),"Davi contra Golias"(94), "O Brasil Grande e os Índios Gigantes"(95),"O Sangue da Terra"(83),"Arquitetura do Lugar"(2000),"Teatro Amazonas"(02),"Gráfica Utópica"(03), "O Sangue da Terra" (1983/84), "Guaraná, Olho de Gente" (1981-1982), "Via Láctea, Dialética - do Terceiro Mundo Para o Terceiro Milênio" (1981) entre outros. Saiba mais: "O Cinema da Retomada", Lucia Nagib-Editora 34, 2002. "Memórias Inapagáveis - Um olhar histórico no Acervo Videobrasil/ Unerasable Memories - A historic Look at the Videobrasil Collection"-Org.: Agustín Pérez Rubío. Ed. Sesc São Paulo: Videobrasil, SP, 2014, pág.: 140-151 by Cristiana Tejo.