terça-feira, 27 de março de 2012

CANTANDO NA CHUVA...SINGIN' IN THE RAIN

                   Hoje é dia de Festa, hoje é dia de Chuva! 
                        Vamos Dançar e Cantar na Chuva!

  Dia 27 de março 2012, ou seja 60 anos atrás (1952), em Nova York, acontecia a primeira exibição do filme Cantando na Chuva ("Singin' the Rain")

  Logo depois o filme entrou em cartaz nos Estados Unidos (no Brasil, a estréia ocorreu no dia 30 de junho daquele ano). Desde daí, esse filme que foi dirigido por Gene Kelly e Stanlen Donen, e tinha no elenco tambem Gene Kelly, Debbie Reynolds, Donald O'Connor, Cidy Charrise, Rita Moreno, Jean Hagen e tantos outros talentos que só tornam este longa-metragem num dos clássicos inesquecíveis, encantando gerações de cinéfilos. 

"Cantando na Chuva" tornou-se referência, um meta-filme. Recentemente um outro filme que tem forte influência deste clássico, ganhou vários Oscars, refiro-me a produção francesa "O Artista", mesmo assim deixa a desejar diante da obra-prima que é "Cantando na Chuva", com cenários exuberantes, figurinos e coreografia que nos leva aos horiozntes do sonho infinito do cinema. 

Tudo isso têm um significado importantíssimo, encontro-me em processo de produção/montagem do meu próxmo filme de longa-metragem, o documentário "Tudo Por Amor Ao Cinema", uma cinebiografia sobre Cosme Alves Netto (1937-1996), ele que dedicou a sua vida na defesa da guarda, preservação e restauro da memória visual. Tanto que ficou mais conhecido como "Cosme da Cinemateca do MAM", ele tinha como um dos seus 10 filmes prediletos justamente este: "Cantando na Chuva".

  Cosme passou muitos anos da sua vida durante os festejos da passagem de ano (revellion) assistindo "Cantando na Chuva", considerava uma obra cinematográfica completa, enquanto o filme fazia uma leitura sobre o fazer do próprio cinema. 

No dia 2 de fevereiro de 1996, Cosme que se encontrava com a saúde fragilizada (cardíaco), deixou-nos, ainda jovem, mas o curioso desta história é que, neste mesmo dia, tambem morreu Gene Kelly, e para completar a festa é a data que se comemora o dia de Yemanjá, a senhora das águas e da chuva.


Nenhum comentário:

"Livre-pensar é só pensar"

www.tudoporamoraocinema.com.br

Minha foto
Nasceu em Manaus-AM. Cursou o Instituto de Artes e Arquitetura-UnB(73). Artes Cênicas - Parque Lage,RJ(77/78). Trabalha há mais de vinte anos em projetos autorais,dirigindo filmes documentários: "TUDO POR AMOR AO CINEMA" (2014),"O Cineasta da Selva"(97),"Via Látex, brasiliensis"(2013), "Encontro dos Sabores-no Rio Negro"(08),"Higienópolis"(06),"Que Viva Glauber!"(91),"Guaraná, Olho de Gente"(82),"A Arvore da Fortuna"(92),"A Agonia do Mogno" (92), "Lina Bo Bardi"(93),"Davi contra Golias"(94), "O Brasil Grande e os Índios Gigantes"(95),"O Sangue da Terra"(83),"Arquitetura do Lugar"(2000),"Teatro Amazonas"(02),"Gráfica Utópica"(03), "O Sangue da Terra" (1983/84), "Guaraná, Olho de Gente" (1981-1982), "Via Láctea, Dialética - do Terceiro Mundo Para o Terceiro Milênio" (1981) entre outros. Saiba mais: "O Cinema da Retomada", Lucia Nagib-Editora 34, 2002. "Memórias Inapagáveis - Um olhar histórico no Acervo Videobrasil/ Unerasable Memories - A historic Look at the Videobrasil Collection"-Org.: Agustín Pérez Rubío. Ed. Sesc São Paulo: Videobrasil, SP, 2014, pág.: 140-151 by Cristiana Tejo.